quarta-feira, 14 de maio de 2008

sexta-feira, 9 de maio de 2008

Caldo verde

caldo verde

O tempo esfriou por aqui, nestes dias frios não há nada melhor que sopas, cremes e todos estes alimentos que nos aquece.
Para o caldo verde eu cozinhei duas batatas grandes descascadas e em pedaços em cerca de um e meio litro de caldo de legumes, depois de cozidas, reservei o caldo e passei as batatas pelo passe-vite (mas poderia tê-las batido no liquidificador) para então juntar o purê de batatas novamente ao caldo. Voltei a panela para o fogo, juntei meia lingüiça portuguesa cortada em rodelas finas e alguns minutos depois a couve, cortada fininha. Deixei terminar de cozer, acertei o sal a pimenta et voilà.
Tão simples e tão gostoso.

quarta-feira, 7 de maio de 2008

gougères ou sonhos de queijo

Eu queria testar esta receita já há bastante tempo, é uma massa choux salgada e com queijo Gruyère. Minha mãe sempre diz isso e penso que tenha razão, não é machismo, homens levam certa vantagem fazendo esse tipo de massa, é preciso ter alguma força pra mexer a massa que não é leve. Me espantei um pouco com quanto cresceram, deveriam ter ficado um pouco menores, numa próxima vez irei fazê-los menores e também penso que devem ficar ótimos com algum tipo de recheio, como a massa é oca, é bem fácil rechear. A receita é do livro especialidades francesas, da editora Könemann, uma receita francesa é claro, gougère se pronuncia "gugérre".
Ah, e uma curiosidade, na foto abaixo, as laranjas da fruteira são aquelas da laranjeira do meu quintal!

gougères

Gougères (sonhos de queijo)

250 ml de leite
100g de manteiga
5g de sal
150g de farinha
4 ovos e mais uma gema para pincelar
50g de queijo Gruyère ou Comté

Numa panela coloquei o leite, a manteiga e o sal. Leve ao fogo até a manteiga derreter e junte a farinha de uma só vez. Mexa o preparado durante 4 a 5 minutos em fogo baixo, até se soltar da panela. Deixe esfriar e, em seguida, misture um ovo de cada vez com uma espátula de madeira. Corte o queijo em cubos de cerca de 5mm e misture na massa de forma homogênea. Forme pequenas bolas com uma colher de sopa e coloque sobre uma assadeira untada.
Aqueça previamente o forno a 170°C. Pincele as bolas com gema de ovo, polvilhe com queijo ralado e coza durante 20 a 25 minutos.


I
II
III
IV
gougère
gougère partido

segunda-feira, 5 de maio de 2008

Sopa de cebola gratinada

Já há alguns anos é costumeiro, começa o tempo frio e esta sopa é sempre lembrada. Fácil de fazer, deliciosa e aquece até mesmo a alma! Chega à mesa ainda borbulhando. A receita é do livro "Especialidades francesas" da editora Könemann.

sopa de cebola gratinada

Gratinée des Halles (sopa de cebola gratinada)

400g de cebola
60g de manteiga
1 colher de sopa de farinha de trigo
1 litro de caldo de carne de vaca*
sal e pimenta do moinho
1/2 baguette
100g de queijo gruyère ralado

Descasque e corte as cebolas em rodelas finas. Derreta a manteiga numa panela e junte as cebolas, refogue até que fiquem bem douradas. Junte a farinha e mexa bem, regue com o caldo quente e cozinhe em fogo baixo por 30 minutos.
Tempere com o sal e a pimenta.
Corte a baguette em fatias finas e torre. Coloque a sopa em tigelas refratárias e coloque as fatias de baguette sobre a sopa, sobre a baguette polvilhe o queijo ralado. Leve ao forno pré-aquecido até dourar. Sirva quente.

*O caldo de carne eu explico como fazer num próximo post qualquer dia.

sexta-feira, 2 de maio de 2008

meu sanduíche preferido

sanduíche aberto

Este é meu sanduíche favorito, não é raro eu comer isso quando deixo de cozinhar. Duas fatias de pão torradas no torrador, maionese caseira, tomate fatiado, folhas de manjericão, umas lascas de queijo (se tiver algum na geladeira) e o toque final, um pouco de mostarda.
Pra mim é perfeito! Agora eu quero saber, como é o sanduíche favorito de vocês?

sanduíche fechado