sexta-feira, 22 de abril de 2011

brandade de bacalhau

mise en place

Hoje é sexta-feira da paixão, como toda gente sabe, neste dia não devemos nos alimentar de carne vermelha. É tradição e deve ser respeitada, mesmo pelos não tão católicos.
O bacalhau, tão apreciado nesta data, pode se transformar neste delicioso prato tradicional da cozinha provençal, a brandade de morue ou brandade de bacalhau ou ainda simplesmente bacalhau à provençal. É originário da cidade de Nîmes, por isso também é conhecido como brandade de morue à la nimoise.
A receita foi adaptada do livro "A Taste of Provence", da editora Könemann.

brandade de bacalhau

La brandade froide (brandade de bacalhau fria)

250g de bacalhau
alguns ramos de tomilho e uma ou duas folhas de louro
2 dentes de alho
1 colheres de chá de azeite (cerca de 10ml)
5 colheres de sopa de creme de leite fresco* (cerca de 75g)
sal e pimenta moída na hora
sumo de limão a gosto


Deixe o bacalhau de molho em água na noite anterior ao preparo, trocando a água pelo menos 4 vezes.
Escorra o peixe e corte em pedaços, leve ao fogo numa panela com água, o louro e o tomilho, quando começar a ferver, deixe cozinhar por 8 minutos. Escorra novamente e desfie o bacalhau usando os dentes de um garfo. Reserve.
Descasque e macere os dentes de alho num almofariz, até reduzir a uma pasta cremosa, junte o azeite pouco a pouco, sem parar de mover o pilão.
Aqueça a mistura de alho e azeite numa panela em fogo muito baixo, junte pouco a pouco o bacalhau desfiado, o creme de leite, mexendo vigorosamente com uma colher de pau até que se transforme numa pasta. Tempere com sal, pimenta e sumo de limão. Sirva com azeitonas pretas e torradas. Sirva frio.

Notas do Daniel: Não precisa usar as melhores postas do lombo do bacalhau para isso, já que irá ser reduzido à pasta, fiz com lascas de bacalhau do Porto, mais baratas que as postas maiores.
*A receita original pede crème frâiche em vez do creme fresco, crème frâiche é um creme de leite não pasteurizado e levemente ácido, como não é facilmente encontrado no Brasil, optei pelo uso do creme de leite, mas o livro também sugere usar iogurte.
Servi sem grande pompa, mas se quiser uma apresentação mais caprichada, pode formar um monte com a brandade, e cercá-lo com azeitonas e torradas em forma de triângulo.

bacalhau dessalgando

Deixe que o bacalhau dessalgue dentro da geladeira, isso evita que ele estrague, já que está perdendo aquilo que o conserva, o sal.

5 comentários:

Fernanda Iasi disse...

Menino...! Tava com saudades de você. Boa Páscoa! Bjo

márcia cintra disse...

Olá Daniel !!
Amei passar aqui e encontrar uma receita nova !! Rs !! que p/ mim caiu como uma luva , pois comprei o mesmo Bacalhau que vc , p/ HJ , mas os planos mudaram e não fiquei em casa , então vou fazer sua receita amanhã !!
Como Cat´o´lica Fervorosa , só volto a comer carne vermelha , semana que vem , mas nem faço questão de carne vermelha !! Rs !!
Desejo a vc que tenha uma SANTA PÁSCOA e um renascer em CRISTO !!
Fico aqui na torcida esperando suas receitas mARAVILHOSAS e teu bom gosto que tanto admiro !
Abraço Apertado !
Márcia

Simony disse...

Danielzinho queridinho... continuo com saudades de voce. Ve se aparece e deixa um alo no meu blog, ou no facebook ou no velho orkut.
Beijao

Sil disse...

Hum, delícia!...
Feliz Páscoa, Daniel!
bjs

Amor de Lar disse...

Olá Daniel!

Muito legal o seu blog! A receita de bacalhau está soberba! Li que você dessalga o peixe na geladeira, para evitar que estrague. Eu faço o mesmo, mas tem um truque para que ele não resseque e enrijeça no processo: adicione à água uma ou duas colheres de sopa de vinagre de arroz.

Um beijo!