sábado, 8 de setembro de 2007

bavaroise

Acordei tarde hoje, fiz um almoço super rápido, fusilli com legumes. Dei uma olhada na geladeira, encontrei um alho-poró, abobrinhas pequenas, um tomate bem maduro e cenouras. Comecei refogando em azeite o alho-poró, cortado em tirinhas finas, juntei a cenoura, a abobrinha e por fim o tomate, já sem pele e picado pequeno. Depois de todos estarem cozidos, temperei com pimenta e sal, e juntei a massa já cozida e escorrida. Ficou bem gostosinho.
Já tinha preparado de véspera a sobremesa, bavaroise de baunilha, e é a receita dela que vou publicar agora. Eu fiz só meia receita, que era para 4 porções. Em vez de fazer em forminhas individuais, fiz em uma tigelinha, dessas orientais de porcelana, que servem pra comer macarrão instantâneo ou comer cereais pela manhã, para desenformar (que é a parte mais chata) mergulhei rapidamente em água quente. Não sei se eu como pouco, mas para mim, como sobremesa a metade da receita serve uns 6 pedaços, pedaços civilizados, não pedaços de glutão. Vou publicar a receita inteira, que é do livro essencial das sobremesas da editora Könemann.

bavaroise

Bavaroise de baunilha

685 ml de leite
1 vagem de baunilha
1 pau de canela
6 gemas de ovo
160 g de açúcar
3 colheres de chá de gelatina incolor e sem sabor
185 ml de creme de leite fresco

Aqueça numa panela em fogo baixo, o leite, a vagem de baunilha e o pau de canela, até que quase comece a ferver. Retire do fogo e deixe em infusão durante 5 minutos. Retire o pau de canela e a vagem de baunilha (pode lavar a vagem de baunilha e deixar secar, para usar outra vez).
Bata as gemas de ovo e o açúcar até que engrosse e fique claro. gradualmente junte o leite. coloque numa panela limpa, grande, e mexa constantemente em fogo baixo até que engrosse. Não deixe ferver. Retire do fogo. Cubra a superfície com película aderente para evitar que se forme uma crosta.
Coloque 2 colheres de sopa de água numa tigelinha pequena à prova de calor, salpique a gelatina uniformemente pela superfície e deixe que amoleça.
Ferva, numa panela grande, cerca de 4 cm de água, retire do fogo, cuidadosamente coloque a tigelinha de gelatina na água (a água deve chegar a meio dos lados da tigelinha) e mexa até que se dissolva. Junte ao custard. Cubra como antes e deixe esfriar.
Bata o creme de leite até que engrosse e junte ao custard frio. Coloque em quatro forminhas de 250 ml, bata com as bases delicadamente na superfície de trabalho para retirar as bolhas de ar, e coloque na geladeira durante a noite.
Para desenformar, incline ligeiramente cada forminha. Com o dedo, delicadamente puxe a bavaroise das bordas, permitindo que entre ar para acabar com a sucção. Vire a bavaroise sobre um prato. Se não sair imediatamente, envolva a forminha com um pano molhado em água quente. Se quiser pode guarnecer com bocados de fruta fresca.

6 comentários:

anna disse...

Ficou lindissima a bavaroise...

Sara disse...

Mais uma bvaroise diferente e com muito bom aspecto!
Bjitos.

bia disse...

da até pena de comer de tao bonita que ela é ! bj

Celo e Vivi disse...

Linda apresentação do prato e do blog como um todo!

Vamos linkar vc no nosso blog e gostaríamos imensamente que vc fizesse o mesmo conosco. Aguardamos uma visita!!!

abz

Arthur Tadeu Curado disse...

Hum...
Babei o meu teclado inteiro. Damn!!!
To te seguindo no Twitter e achei o seu blog.
Até mais!

Marizé disse...

A aprentação dos seus pratos são sempre fantásticas, e essa bavaroise tem tudo para ser deliciosa.