segunda-feira, 9 de junho de 2008

comida caseira

adoro carne de panela

O prato acima é um dos meus triviais favoritos, arroz, carne de panela e algum legume ou verdura qualquer. No caso, tomate assado(temperado com alecrim, sal grosso macerado com alho no almofariz e uma pitada de açúcar) e rúcula temperada só com azeite, pimenta e sal.
A carne que era lagarto eu fiz assim: Refoguei em óleo uma cebola grande picada, até ficar translúcida, então juntei 2 dentes de alho bem picados e a carne, virando-a para selar todos os lados, até a cebola, a carne e o alho dourarem bem. Então juntei vinho tinto seco e temperei com uma mistura de páprica doce e picante, completei com caldo de legumes (mas na falta, poderia ser água) e deixei cozer por umas 3 horas, em fogo baixo, até a carne ficar macia, acertei o sal e deixei o caldo engrossar um pouco mais.
O arroz fiz de uma forma que venho fazendo sempre ultimamente, sem refogar, somente cozer o arroz já lavado em bastante água fervente, temperada com sal e um dente de alho picado bem pequeno. Depois de cozido, escorrer, transferir para uma tigela e tapar por alguns minutos. A vantagem é a ausência do óleo no preparo e também é mais fácil, o arroz fica sempre soltinho.
Isso tudo é bastante simples, sequer precisava de uma descrição da forma de preparo :)

9 comentários:

Professora Elizabeth disse...

Deve ficar muito bom.
Um abraço
Elizabeth
http://vocesabendomais.blogspot.com

Tá Bem Bom disse...

É na simplicidade que os aromas penetram na alma de quem cozinha com amor. Inté Leo

Patricia Scarpin disse...

Sempre fiz lagarto na panela de pressão, mas sei que minha mãe fazia como você ensina aqui. Preciso tentar qualquer hora!

Silvia Arruda disse...

Eu não uso panela de pressão em casa. Tenho receio. Uma amiga não teve experiência muito boa (a panela explodiu e a cozinha dela ficou destruída) Por isso, gostei deste modo que prepara a carne.

Fabrícia disse...

Comida caseira é reconfortante. Adoro...
Bjs.

Berga disse...

Olá Daniel,
Comprei as formas que vc gostou lá fora mesmo. Ou foi na Sur la Table ou na Williams-Sonoma.
Tristeza, né? Aqui no Brasil não temos quase nada, e se vem alguma coisa vem com preço de ouro.
Abraços,
Bergamo

Bergamo disse...

Enviei a foto das formas para o seu email. Daí vc pode comprar iguais quando puder.
Abraços,
Bergamo

Anônimo disse...

Nossa Daniel, que lindo. Você cursa gastronomia? Tem tanto talento...

Beijos!
www.flickr.com/photos/designfood

Vivian disse...

ai ai, nada como o bom e básico prato do dia a dia!! estou morrendo de suades do feijaozinho la de casa
bjos