terça-feira, 17 de fevereiro de 2009

tuiles passionnées

five o'clock tea

O mês de março ainda não chegou, mas as chuvas sim, tem chovido todos os dias aqui em São Paulo. Preocupados com eventuais goteiras no telhado? Relaxem! Já para a cozinha preparar estas deliciosas e crocantes telhas cor-de-sol, para o five o'clock tea. Façam seus próprios telhados com elas.

tuiles aux fruit de la passion

Tuiles aux fruit de la passion (telhas de maracujá)

50g de polpa de de maracujá passada pela peneira
50g de glucose (karo)
50g de açúcar
50g de farinha de trigo
50g de manteiga derretida, fria

Algumas sementes de maracujá para decorar


Misture todos os ingredientes, deixe descansar por 1 hora.
Numa assadeira untada com manteiga espalhe 6 pequenos discos de massa, com cerca de 10cm de diâmetro cada. Leve ao forno a 170° (temperatura baixa) para assar.
Depois de assados, retire do forno e rapidamente solte-os, coloque-os sobre uma superfície cilíndrica (um rolo de abrir massas por exemplo), dando aos biscoitos o formato de uma telha.

Nota do Daniel: É importante prestar bastante atenção na hora de assar, devem assar o suficiente para endurecerem depois de frios e não devem assar demais, para que não perca a bela cor do maracujá. Caso os biscoitos tenham esfriado antes de você os soltar, não se desespere, leve rapidamente a fôrma sobre uma chama do fogão e pronto, eles voltam a se soltar.

tuiles cor de sol

A receita é exatamente como a das telhas de framboesa, já há algum tempo tenho vontade de testar com maracujá, comentei com o Bergamo hoje de manhã e ele me deu algumas dicas, acabei nem precisando reduzir a polpa do maracujá, temia que não desse certo pela polpa do maracujá ser mais líquida que a das framboesas.
Ah, na xícara era chá verde ao jasmim, da Twinings, um dos meus favoritos!

18 comentários:

Adri disse...

Babei aqui do outro lado! Minha boca tá cheia d'água... Que maldade!

Eu prefiro o chá verde com menta! AMOOOOO!! O maracujá deve dar um contraste mto gostoso com chá verde...

ju peres disse...

engasguei de água na boca!
XD rsrsrs

aiaiai, o gosto deve ser tão bom quanto a aparência!
=D

bjOOO
=*

CESAR FERRO disse...

Menino esperto!!! hehe poesia, humor e refinamento alimentar , combinação mais que perfeita!

Olha! Elogiar também cansa..kkkkkkkk afff eu quero um pedaço de tudo isso!

Bergamo disse...

Telhas cor do sol mesmo.
Abraços,
Bergamo

jp disse...

bonne idée que cette polpa do maracujá

Vera disse...

Chiquérrimaaaaa!
O visual é lindo e leve...com aquelas sementes e aquela cor!
É a tua cara!!!!!!
bjo

Cariño disse...

Que delicia de receita!!!Moi boas as fotos. Un saludiño dende Galicia.

Papilles Mentales by C@t disse...

Très chic! Fazia tempo que não espiava seu blog. Além de aguçar o apetite, alimenta a vista com suas lindas fotos.
Bjs,

Cucchiaio Pieno - Receitas de uma cozinheira amadora disse...

Hummmm.... que delicia! Pena que aqui é muito dificil encontrar maracuja'. Um abraço. Léia (Brasil/Italia)

ĵåииå jōåиïņhå disse...

que coisa INCRÍVEL !!! quero muito provar uma lasquinha... mas pelo jeito vou ter que fazer né? rss

Claudia disse...

Essas telhas de maracujá são um arraso. Nunca tinha visto, ficaram sensacionais, lindas com as sementinhas pretas. Pura beleza.

Será que alguma outra fruta tem uma marca registrada mais linda do que o maracujá?

C.

Cal Moreira disse...

Fiquei com água na boca! Adoraria receber uma visita sua no meu blog Maça do Amor (blig.ig.com.br/primeiramordida). Apareça por lá e depois me diga o que achou.
Um abraço
Cal Moreira

Denise disse...

Você é demais!!!Que coisa mais linda!!!!E o aroma dessas telhas, ddeve ser uma loucura!!!
Um cheiro!

Anônimo disse...

Sei que são trabalhosas fazer tuiles. Estas suas estão profissionais!

hanny disse...

dani,
vc usa silpat para levar ao forno e não grudar? já tentei fazer, mas usei papel manteiga na forma e quando tiro os tuiles do forno eles não soltam com facilidade, é preciso esperar esfriar. daí, quando frios, já não consigo mais dar este belo formato de telhas... ó céus hehe me ajude! rsrs
bjos!

Daniel Figueiredo disse...

Não Hanny, sem papel manteiga, também já tentei assim e não dá certo, também faço sem silpat, direto na assadeira de metal untada com pouca manteiga, passando uma nova camada de manteiga a cada fornada.
É importante também o tempo de repouso da massa, senão ela se parte na hora de dar a forma de telha, pode até mesmo preparar a massa de véspera. Lembrando que na hora de assar ela deve estar em temperatura ambiente.

Beth disse...

Amigo,
Fiz hoje e não consegui essa cor. Qdo tirava do forno amerelinha ela não saia da assadeira e se tirasse escurinha além de não ter tanta beleza, achei o gosto um pouquinho travando. Usaste forno elétrico foi? Me embaralhei na hora de assar....que faço?

Daniel Figueiredo disse...

Não, fiz usando forno comum mesmo, à gás, mas reamente é difícil acertar o ponto, em questão de segundos começa a escurecer e ficar castanha e antes disso não fica seca suficiente pra ser moldada em forma de telhas. O que dou sempre a dica é primeiro tentar fazer aquela receita das telhas de amêndoas, que é à base de claras, e fica dourada na borda quando está assada, quando você já tiver alguma prática, tente esta ou aquela de framboesas, que realmente são mais trabalhosas, é preciso prestar muito atenção enquanto estiverem assando.