quinta-feira, 2 de abril de 2009

velouté de abobrinha

sopeira individual

Estava vendo os links salvos nos meus favoritos, quando encontrei este aqui, que a Vera do cerâmica edição limitada me mostrou um dia, enquanto conversávamos pelo messenger. Acho que salvei o link por dois motivos, a receita é claro e também pela louça, tão bonita, uma das minhas favoritas da Gien, a namoro faz tempo, mas não tem cabimento eu pensar em comprar mais louças hehehe...
A descrição do preparo é bem simples: Faça uma sopa, à vossa maneira, com algumas abobrinhas, batatas, um cubo de caldo. Bata com o handmixer, com algumas folhas de hortelã... acerte o sal, a pimenta e deguste!
Simples não?

velouté de courgette

Bom, a minha maneira foi a seguinte: Refoguei em azeite meia cebola picada, até ficar translúcida, juntei 2 batatas descascadas e cortadas em cubos, e as cobri com caldo de legumes, caseiro, com um pouco de sal. Deixei ferver, baixei o fogo e lá deixei até a batata cozer, então juntei 3 abobrinhas, cortadas em cubos e ainda com a casca. Mais uns 10 minutos no fogo e bati tudo no liquidificador, com algumas ervas da hortinha. Infelizmente a minha hortelã morreu, então usei outras ervas. Mas a sopa ficou bem gostosa, acabei de tomar, aqui mesmo na escrivaninha, pra contar pra vocês :)

velouté de courgette

14 comentários:

Sandreane disse...

Oie!!
Dá um pulinho no Tigela, pois deixei um presentinho para você lá,ok?
Abraços!

Adri disse...

ai q diliça!!!

CESAR FERRO disse...

Hummmm adoooro essa louça! E com velouté então..só falta uma foto de você tomando a sopa... a criação e seu criador! Quem se habilita a bater essa foto?

Pedro disse...

"Nem vem de garfo,
Que hoje é dia de sopa"

Pedro disse...

Daniel,
Acabo de chegar em casa(naturalmente com fome),tempo chuvoso,friozinho carioca de outono e tive que me contentar com um sanduiche improvisado e sem criatividade.
Agora abro o "Panela de Cobre" e encontro um fantástico velouté,em uma fantástica louça.
Que maldade!
Abraços.

Daniel Figueiredo disse...

Eu adoro minhas sopeirinhas individuais com cabeça de leão. Mas acho que perto da pont aux choux da Gien (a mesma que aparece no primeiro link) a minha se apaga! Depois dêem uma olhada no site da Gien, tem coisas tão lindas lá, tem um modelo chamado paysages roses que também está entre meus sonhos de consumo...

Pedro disse...

Daniel,ontem mesmo visitei o site da Gien,e agora voltei para conhecer a coleção "Paysages Roses"...belíssimas peças.
Lembre-se,louça nunca é demais,sempre cabe mais uma!
Ahhh e sonhos são prévias de uma realidade próxima.
Tenha um bom dia!
:)

Mariana Calil disse...

Eu não gosto de abobrinha, mas achei que seria melhor comentar no post mais recente.

Devo assumir que namoro seu blog há muito tempo. Acho legal a história de como eu conheci ele. Você se lembra de uma maluca que te mandou um scrap há uns anos, perguntando se você existe? Como eu expliquei na época, foi um grupo de amigas fazendo troça de mim numa vez que deixei o orkut aberto, por descuido, na comunidade "Chá das Cinco". Mas desde aquele dia que eu fui te pedir desculpas, passei a visitar sempre seu blog. Fico cada vez mais encantada com a comida, a louça, a sensibilidade das fotos. Nunca comento porque infelizmente, isso não é um hábito meu.

Mas achei que deveria comentar para te agradecer hoje. Como eu não tenho Internet em casa (ah, esse universitários!) tirei a manhã para salvar todas as receitas que um dia quero me atrever a fazer. Muito obrigada pela dedicação à culinária!

Anita disse...

Eu faço sopa cremosa de abobrinha assim: uma vichyssoise onde acrescento as abobrinhas no final. Ei Daniel, concordo com o comentário acima do Pedro: louças nunca são demais !

Daniel Figueiredo disse...

Hehehe, vocês dizem isso porque não viram os louceiros aqui de casa...

clau disse...

Nao sou muito fan de sopas tipo caldos, mas uma tipo cremosinha, assim, é tudo de bom!
Gosto da de cebola, caldo verde, abobora, mandioquinha e da new england clam chowder, minha preferida.
E em uma bela sopeira, é claro!...
Pra comer com os olhos tb.
Bjs!

Chazinho disse...

Putz!
Essas louças são fatais de bonitas.Visitei o site.Gostei de várias coleções.O engraçado é pensar que se as compramos acabarão virando herança daqui a décadas... ou como peças de antiquário, peças das vovós, carregam toda uma estória junto.Quem será que comeu neste prato!

Anônimo disse...

VOCÊ JÁ EXPERIMENTOU O "VELOUTÉ DE ALFACE" DO RESTAURANTE VERNISSAGE EM PENEDO,RJ.? VALE A PENA...
ADOREI O SEU!
ABRAÇOS,
FRANKLIN

Anônimo disse...

Parabens, este blog é puro bom gosto,refinadissim.Deu ate vontade de aprender a cozinhar.