quarta-feira, 20 de fevereiro de 2008

terrina de salmão em camadas

Ontem ainda de madrugada, quando fui ao supermercado, próximo do caixa vi um livro só com receitas de salmão, como tinha (e ainda tenho) alguns filés congelados no freezer, pensei ser uma inspiração. O livro se chama "Salmão", da editora Manole, tem fotos lindas, e penso que por isso mesmo me senti um pouco frustrado, minha terrina não ficou em nada parecida com a da foto da receita... É certo também que eu modifiquei um pouco a receita, primeiro a fazendo em forminhas individuais e segundo por omitir duas camadas, uma segunda de salmão cozido e outra com o creme de agriãozinho, não tinha tempo pra esperar todas as camadas solidificarem. Mas independente da aparência (que pelo menos pra mim ficou péssima) é muito saborosa, ótima para ser servida como entrada. Publicarei como está no livro.

já partida

Terrina de salmão em camadas

2 colheres de sopa de água gelada
2 colheres de chá de gelatina em pó sem sabor
1 filé de salmão de aproximadamente 400g sem pele
1/2 cubo de caldo de peixe
50 g de agrião picadinho
casca ralada de 1 limão-siciliano
300 ml de nata ou creme de leite fresco
300 g de salmão defumado em fatias
sal e pimenta-do-reino
galhinhos de agrião para decorar

Coloque a água numa tigela e salpique a gelatina, de maneira que todo o pó seja absorvido. Deixe hidratar por 5 minutos. Corte o salmão fresco em filézinhos e arrume-os em uma única camada numa panela a vapor. Tampe e cozinhe por 3 a 4 minutos até que o salmão solte lascas quando espetado com uma faca. Retire o recipiente interno do vapor, destampe e deixe esfriar. Repita a operação até cozinhar todo o salmão. Use 150 ml de água do cozimento (panela de baixo) para dissolver o cubo de caldo e deixe esfriar.
Misture o agrião picadinho e a casca de limão ao creme de leite fresco e tempere com sal e pimenta-do-reino.
Leve 1/3 da gelatina para aquecer em banho-maria por 4 a 5 minutos até que fique transparente e esteja totalmente dissolvida. Misture esse 1/3 de gelatina dissolvida com 1/3 do caldo já frio e 1/3 do creme de leite, reserve.
Forre uma forma de bolo inglês (1kg de capacidade) com filme plástico, de modo que ultrapasse as bordas da forma. Cubra o fundo e as laterais da forma com fatias de salmão defumado, reserve algumas fatias para colocar por cima quando acabar de enchê-la. Despeje a mistura de creme de leite com caldo e gelatina e leve à geladeira por 2 horas até que esteja firme.
Retire da geladeira e arrume uma camada de filés de salmão cozido. Derreta o que sobrou da gelatina, misture ao restante creme de leite e do caldo e espere esfriar. Despeje metade dessa mistura sobre as fatias de salmão cozido. Arrume outra camada de salmão e cubra com outra metade da mistura de creme de leite. Finalize a terrina com uma camada de salmão defumado. Dobre as pontas do filme plástico sobre a forma e leve à geladeira por pelo menos 3 a 4 horas até estar completamente firme. Essa receita também pode ser preparada de véspera.
Para servir, descobre o filme plástico e vire a terrina sobre uma travessa. Remova o plástico e a forma e corte em 8 pedaços. Arrume as fatias sobre os pratos e enfeite com os galhos de agrião.

3 comentários:

Antônio Carvalhal disse...

Primeiramente gostaria de dizer q virei fã do blog.
A segunda coisa é dizer que é um erro tu querer comparar teus pratos com os das revistas...não te preocupa que as revistas fazem mega produções fotográfias para realçar os pratos, senão ninguém compraria revista alguma. Pra tu ter uma idéia, os sorvetes que tu vê nas fotos não são sorvetes, é banha com anilina! Não há sorvete que aguente o calor dos flashes!

Abraço e parabéns novamente!

Michel disse...

Salmão é quase um "Mil e uma utilidades".

Anônimo disse...

Realmente a receita é boa...mas sobre a aparência, gostaria de saber se tem como você publicar a foto do livro para saber como "deveria" ficar...rs..grande abraço