sábado, 8 de agosto de 2009

doce de leite caseiro

doce de leite
Meu avô José (1924 - 2008) nasceu no interior do estado, na cidade de Socorro, famosa pelas águas. A comida que mais gostava era frango com polenta, ele falava bastante sobre as comidas que comia quando pequeno... O arroz cateto, a serralha, o feijão vara et cetera... Ele não se metia muito na cozinha não, o máximo que fazia era virado de feijão e vez em quando fazia doce de leite. Parecia mágica como ele transformava o leite e o açúcar naquele doce tão gostoso. Mas me lembro que ele dizia que o doce de leite ele aprendeu a fazer não foi no interior não, foi quando veio para São Paulo, com uma das freiras da Santa Casa de Misericórdia, onde trabalhou por muitos anos. Adorava a história que ele contava da freira fantasma, que ele jurava ter visto...
Outro dia me deu saudades do tal doce de leite. Não me lembrava bem das proporções, e buscar pela internet não me ajudou em muito, encontrei inúmeras receitas, mas quase todas com leite em pó ou leite condensado, diferentes do que eu queria, mas uma mineira que cozinha muito bem me ajudou. Vou publicar agora como eu fiz, assim a receita não se perde mais.

Doce de leite de corte

1 litro de leite integral *
750g de açúcar
raspas de meio limão

Misture o leite e o açúcar numa panela ou tacho grande, leve ao fogo baixo* e mexa vez em quando. Quando começar a engrossar mexa sem parar. No final do cozimento, quando já estiver bem grosso e o fundo da panela já estiver aparecendo conforme mexemos, junte as raspas de limão, desligue a panela e continue mexendo, até que esfrie um pouco. Transfira para um tabuleiro untado com manteiga e quando estiver morno, corte aos quadradinhos, quando estiver totalmente frio, desprenda do tabuleiro e transfira para um pote.
Já adianto que demora várias horas para ficar pronto e é preciso ter de uma paciência de Jó para mexer a panela sem parar, depois que o doce começa a engrossar.

*Se você mora no interior e tem acesso a leite fresco da fazenda, bem gordo, melhor ainda! Eu usei leite de garrafa, da fazenda bela vista. Se o seu fogo baixo não é tão baixo assim, sobreponha duas grades do fogão sob a panela ou tacho. O doce deve cozer lentamente, por várias horas.

doce de leite

11 comentários:

jp disse...

bonne idée les raspas de limão

Cris Bravim disse...

Nossaaaaa...q maravilha!!!
Uma perguntinha...se eu quiser o doce de leite num ponto mais mole...é só desligar antes ou colocar mais leite? Posso acrescentar coco antes de esfriar? Bjus

Adri disse...

nao gosto de doce de leite de corte... prefiro pastoso.
ontem comprei um argentino pra dar de presente pra uma amiga do RJ.
mas essa receita tá mara! queria ter um tacho de cobre pra fazer. falta de instrumentos ideais me desestimulam.

Chantal disse...

Eu não sou muito de doces, mas este da foto é incrivelmente apetitoso !!

hanny disse...

daniel,
essa foi sensacional!
adoro doce de leite. sempre quis fazer, mas não sei se por preguiça deixava passar a vontade.
estas histórias que a memória guarda, assim como a do seu texto, deixam as receitas ainda mais saborosas!
as fotos estão lindas!
bjos

Olá , meu nome é Jussara disse...

NOSSA PARECE DELICIOSO LINDO E COM UM AR DE SOFISTICADO ,COMO TDO QUE VC POSTA , BJOS.


JUSSARA.

Gilson disse...

Talvez tenha faltado um componente que iria dar um diferencial ao doce. O fogão a lenha. O que você acha?

Daniel Figueiredo disse...

Sem dúvidas, feito num fogão à lenha ficaria ainda melhor! Mas feito no fogão à gás já fica bem gostosinho, eu garanto :)

Flavia Pantoja disse...

Meu deus, que luxo!!Eu adoro isso... ! Estou seriamente com agua na boca... Será que tenho a paciencia necessaria para encarar as horas no fogão???

bjs!

Anônimo disse...

amo doce de leite nossa que maravilha vou fazer pra toda familia e meu esposo e filhas e amigas vania soares da s de nova iguaçu adoro conzinhar tanto salgados e doces espero trocar receitas mil beijos

Anônimo disse...

Huuuuuuuummmmmmm ...vou fazerrr Daniel!!! bjus